REVISTA ITEM - 61-62

Editorial - OPORTUNIDADES AO SUL

A união de esforços em favor da realização dos eventos no Rio Grande do Sul, o Ano Internacional do Arroz e as reflexões sobre segurança alimentar e as oportunidades de suprir, adequadamente, as populações com uma dieta diversificada evidenciam a importância do arroz no mundo e no Brasil. Evidencia também a necessidade de perseguir a produção de outras fontes de nutrientes, com melhores balanceamentos de proteína, aminoácidos, minerais e vitaminas, que atendam aos permanentes requerimentos de uma melhor dieta para os brasileiros e as necessidades de ganhar mercados com outros produtos.

Uma linha que se faz presente na programação do XIV Conird, elaborada com o concurso de todos os parceiros do Rio Grande do Sul, onde predomina a irrigação de superfície do arroz, mas já se percebe o significativo avanço da irrigação mecanizada e o enorme potencial existente nesse Estado, ampliando-se o leque de produção de grãos, de alternativas para a fruticultura, a olericultura, pastagens e outras forragens irrigadas. Um cenário que resultou na elaboração de uma rica pauta de matérias para esta edição, para que cada um possa refletir sobre a oportunidade que se vislumbra.

Ao mesmo tempo, foi de rara coincidência a parceria entre a ANA e a ABID e a realização do Seminário “O estado-da-arte da agricultura irrigada e as modernas tecnologias no uso racional da água na irrigação”, que ocorreu nos dias 01 e 02/ 06/2004, em Brasília, com a participação da CSEIAbimaq, de executivos e técnicos das empresas de equipamentos de irrigação, do corpo diretivo e técnico da ANA, de representantes dos produtores e de diversas esferas do governo, como dos ministérios da Integração Nacional e da Agricultura, profissionais da assistência técnica e extensão rural, da pesquisa e do ensino. Isto propiciou a oportunidade de muito sinergismo e complementaridade entre os temas abordados naquele Seminário e os que serão apresentados no XIV Conird, no Rio Grande do Sul, culminando nesta edição conjunta, sempre seguindo a tradição da ABID de destacar, anualmente, o estado hospedeiro de cada Congresso.

Nesses trabalhos evidenciam-se sempre os retornos socioeconômicos proporcionados pelos investimentos na agricultura irrigada. O desafio está em arquitetar inteligentes e profícuas parcerias para um equilibrado desenvolvimento desse agronegócio, fazendo-o prosperar com a capitalização do setor produtivo no mais amplo sentido, com permanentes trabalhos voltados para a melhor conservação do patrimônio representado pelos recursos naturais. Isso requer prioridade e atenção especial na gestão dos recursos hídricos, uma melhor estruturação dos agronegócios e de políticas que proporcionem maiores oportunidades de renda e a indispensável segurança, para que cada produtor possa ser um permanente guardião da água em seu espaço, prosperando com as explorações econômicas.

De 24 a 29 de outubro de 2004, o Rio Grande do Sul estará abrigando esse diálogo, tendo-se a agricultura irrigada como centro das atenções, com um estado pujante em demonstrações. Seja do agronegócio do arroz, indo dos debates do auditório às demonstrações no campo, com a gestão compartilhada da água em perímetros irrigados, seja com a fruticultura irrigada e diversificação de produção, com diversas formas de maior agregação de valor aos produtos, tendo-se nos investimentos na engenharia e no manejo da irrigação a base para fortalecer e ampliar os leques de oportunidades de negócios.



Helvecio Mattana Saturnino
Presidente da Abid